Um bom site de e-commerce vai muito além de um layout bem definido.

Questões como usabilidade, fluxo de informações, captação de dados, facilidade de pagamento, entre outras, é que compõem uma boa experiência para o usuário e que no final das contas, pode fazer toda a diferença na hora de um click para finalizar a venda.

E tudo isso requer o olhar apurado de um especialista no assunto. Fale com a Lince Marketing Digital e tenha um e-commerce matador.

Em um mercado competitivo as estratégias de marketing digital para e-commerce desempenham um papel cada vez maior no sucesso de uma loja virtual.

Na prática, como funciona?

As estratégias de marketing digital para e-commerce começam já na etapa do planejamento da loja virtual. É o caso, por exemplo, da estratégia de SEO. No momento de definição das seções da loja, precisamos ter, no mínimo, uma ideia das palavras-chave por meio das quais queremos ser encontrados.

É preciso fazer uma boa pesquisa sobre estas palavras-chave, com as ferramentas adequadas, porque elas serão fundamentais para a denominação de cada seção do site.

Determinando as estratégias de marketing digital para e-commerce

Marketing de Busca – Otimização para ferramentas de busca – SEO, links patrocinados, como Google AdWords e comparadores de preços.

Marketing de Relacionamento – Mídias sociais como Facebook, Twitter, Instagram e Pinterest, dependendo do setor, além é claro, de e-mail marketing.

Marketing de Display – Banners em blogs e portais de internet (como UOL, G1 etc), por meio da rede de display do Google AdWords, Facebook Ads e outras ações.

Marketing de Conteúdo – Conteúdo de qualidade em um blog bem estruturado, que funciona não só como ferramenta de exposição nos buscadores, como também fideliza os acessos.

Por onde começar a estratégia de marketing de um e-commerce?

O tráfego orgânico, ou seja, aquele que é gratuito, oriundo de ações baseadas em SEO, marketing de conteúdo e marketing nas mídias sociais devem ser priorizados, isso por que, o custo aqui será bastante amigável. Este é o melhor começo.

O segundo passo é investir em Google Adwords, Facebook e Instagram Ads (dependendo do tipo de negócio, investir em LinkedIn também é muito importante).

SEO, a principal fonte de conversões. Na área do marketing de busca, um bom trabalho de otimização da loja virtual certamente vai lhe trazer um tráfego qualificado e de altíssimo potencial de conversão. O SEO em lojas virtuais é sabidamente a principal fonte de conversões no e-commerce. Para isso, você precisa ter um blog!

A força dessa estratégia. Com a criação do blog, você se torna “autoridade de discurso” a respeito dos temas que aborda, consegue exposição e induz a navegação para a sua loja.

Estratégias práticas

  • Presença de blog

Ter um blog para o seu e-commerce representa mais um canal que você pode usar para atrair visitantes, converter em clientes e fidelizá-los.

  • Adoção de Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia que ajuda o seu e-commerce a demonstrar o seu conhecimento e autoridade. Ele também impacta no rankeamento dos mecanismos de busca e por isso, é um fator determinante para o tráfego do site e blog do negócio. Sem tráfego, não há vendas. Portanto, é importante investir em ações para atrair mais visitantes para o e-commerce.

  • SEO

Aplicar uma estratégia de SEO no e-commerce possibilita atrair mais tráfego qualificado para o negócio. Trata-se de um passo fundamental para o sucesso de seu negócio.

  • Remarketing

É possível direcionar os anúncios para os usuários que já visitaram a sua loja virtual. Como essas pessoas apresentam um grande potencial para se tornarem futuros clientes, o remarketing pode ajudar a convertê-los.

  • Publicações constantes

Constantemente, faça postagens em seus canais de comunicação. Dessa forma, você mantém seus visitantes sempre nutridos de informações relevantes para seu negócio.